Pecados

Área Privada

Vídeos

Descarregar

Suporte

Autores

Testemunhos

Int. aos Capítulos






Homens Malvados
12Mar2009 19:20:00

BLOGTOK | CICLOS DE POESIA | 7 PECADOS | IRA | DE MOURA

Frustrações solidificam o teu olhar
Vais moendo os fracassos no moinho do teu miolo.
Que resolves sempre com a mesma absurda solução,
Propagando a amência de copo na mão.

Temporal se instala, em teu sangue ferve a revolta
Sugando-te toda a razão.
A ira se apodera de ti, dominante,
Transformando-te mais uma vez em machão.

Tua ira é depositada naquela que chamas de amante.
A que fazes de escrava das tuas sádicas paranóias,
Noite atrás noite corrompes todas as leis.
Maltratas a mulher com quem trocas-te de anéis.

Sentes-te dono e senhor
Mas nada sabes sobre o amor.
Deixas que a ira te apeçonhe a alma
Por ser vida fácil e calma.

Teus dias estão contados.
Machões ninguém os quer nem por uns tostões,
As leis estão contra ti, porque tudo tem um fim.
Homens como tu são uns malvados.
 

Poema de De Moura



BLOGTOK | CICLOS DE POESIA | 7 PECADOS | IRA | DE MOURA



 



Partilhar:

| Guardar em formato PDF
Artigos Relacionados
Ira
Fogo
Cólera
Ira
Ira
A Ira I
A Ira II


Para poder comentar necessita de iniciar sessào.