Pecados

Área Privada

Vídeos

Descarregar

Suporte

Autores

Testemunhos

Int. aos Capítulos






Abobalhados Abobadados
28Abr2009 17:20:00

BLOGTOK | CICLOS DE POESIA | 7 PECADOS | VAIDADE | GLADYS F. KOGL


Nos tentáculos de ervas que parasitam
árvores e muros
com tamanha violência!
Singrando o céu aos “murros”
asfixiam o troco da liberdade...

liberdade de expressão!

Eclode um clamor mudo no “sítio” e na cidade
sem identidade.
artérias entupidas!
Enfartam o “concreto” de asfalto
repletos de societas encardidos
que compilam em letras vestidas
brados surdos!!! (mas bastante urdidos)
ah! Belos!
babados e fitas...brilhos!!!
para onde aponta o dedo?
Tentáculos. É amigo conhecido
de longos braços
dobram as bandeiras
esmurram os pratos
asneiras!
No final, tudo sem eira nem beira
só peitos inflados
que pensam ser pedra de cantaria!
Que vaidade! que ousadia!
Quando são apenas abobalhados abobadados.

Gladys F. Kogl

BLOGTOK | CICLOS DE POESIA | 7 PECADOS | VAIDADE | GLADYS F. KOGL



Partilhar:

| Guardar em formato PDF
Artigos Relacionados
Real ou Realeza
Soberba
Vaidade I
Justa vaidade
Vaidade
Reflexão
Na escuridão (a vaidade)


Para poder comentar necessita de iniciar sessào.