Pecados

Área Privada

Vídeos

Descarregar

Suporte

Autores

Testemunhos

Int. aos Capítulos






Vaidade
24Mai2009 03:00:00

BLOGTOK | CICLOS DE POESIA | 7PECADOS | VAIDADE | CATARINA CAMACHO


Ela olha-se ao espelho,
Nunca esteve tão bonita como hoje.
Sente uma admiração crescer dentro de si,
Como se fosse a pessoa mais importante do universo.
Contente consigo própria,
Sai à rua, bela a sensual,
Com o seu vestido brilhante,
E sapatos de brilhantina,
Seu ar confiante, demonstra a beleza de seus passos,
Como se as pedras que pisa,
Tivessem que pedir licença aos seus pés.
Seu ar encantador, domina tudo o que existe em si.
Sem medo, avança pela rua,
Metida consigo própria.
Sua mente divaga, por seu corpo,
Por sua perfeição...
Todos a olham admirados,
E ela continua a passear-se,
À espera que alguém lhe fale da sua beleza,
Mas ninguém lhe diz nada.
Seu corpo quase perfeito,
Contorna a esquina da rua,
E então, um sentimento incompleto,
Começa a domina-la,
Vê apaixonados de mãos dadas,
Num amor quase completo e repleto de sentido.
Vê pessoas idosas passeando,
Com um ar de felicidade estampado no rosto.
E ela, que se sempre se admirou
Que nunca procurou outro amor, que não ela própria,
Deixa-se abater por um sentimento de solidão.
Revê então, os dias que passou em sua própria companhia,
Os risos disfarçados pelas conversas com ela própria,
Os sentimentos de amor eterno que nutriu apenas por si,
E então, uma onda de paz toma conta dela,
Enquanto avança destemida pela rua,
E pensa que será jovem para sempre!


Poema de Catarina Camacho

BLOGTOK | CICLOS DE POESIA | 7PECADOS | VAIDADE | CATARINA CAMACHO



Partilhar:

| Guardar em formato PDF
Artigos Relacionados
Real ou Realeza
Soberba
Vaidade I
Justa vaidade
Vaidade
Reflexão
Na escuridão (a vaidade)


Para poder comentar necessita de iniciar sessào.