Pecados

Área Privada

Vídeos

Descarregar

Suporte

Autores

Testemunhos

Int. aos Capítulos






Inquietudes...
28Fev2010 17:37:22


BLOGTOK | CICLOS DE POESIA | 7 PECADOS | INVEJA | CLEO


Tenho um rio nos meus olhos, que corre sempre sereno a caminho da foz dos meus pensamentos...
Os meus passos imaginários, aventuraram-se no infinito do horizonte, e, sem me dar conta, trouxeram-me a estas margens que gravei na lembrança de um fim de tarde de Outono que nunca existiu...
Sentada neste chão sem terra, desenho no meu caderno de folhas brancas, um esboço de um poema sem letras, que me ofereceste sem te importares se o perceberia ou não... onde a silhueta de um moliçeiro se ergue no leito quieto do meu rio. Este mesmo rio onde um dia navegou a minha imaginação, sempre que te avistava através das cortinas de cambraia cor de violeta, que esvoaçavam ao sabor da brisa das tuas palavras quentes, que me chegavam sob a forma de cartas sem remetente, enviadas de um tempo que se perdia na lonjura dos dias sem fim.
Hoje regressaste desse tempo, mas já não és o mesmo. A tua imagem envelheceu, os teus cabelos já tão ralos e fracos embranqueceram e embora os teus olhos escuros e cavados me olhem fixamente, não me vêem... há um vazio que preenche este espaço enorme cheio de promessas e desejos do que nunca vivemos. E o tempo, sempre o mesmo malvado tempo!... que um dia nos aproximou é o mesmo que nos afasta, neste constante e ininterrupto martelar de tic tac's sem volta.

Cleo
BLOGTOK | CICLOS DE POESIA | 7 PECADOS | INVEJA | CLEO



Partilhar:

| Guardar em formato PDF
Artigos Relacionados
Inveja
Debaixo da Farinheira!
Quero
Os Olhos ao Lado
Inveja
Inveja
Querer


Para poder comentar necessita de iniciar sessào.